29 de jun de 2009

Minha vida é uma retórica
Minha pessoa é um paradoxo
Como consigo ser tão inconstante e nem ao menos viver um momento que seja maior que o segundo do respiro?

Minha estratégia é ignorar
Meu mistério é proteção
Como entendo a todos e não reflito sobre o meu próprio coração?

É que ás vezes, sou apenas uma sombra migrando de alma em alma, à procura de outros que me completem, me entendam, me aceitem.Porém, encontro somente outros fantasmas dispostos a vagar para sempre às custas de muitos, às custas da inconsciência do nosso ser.Ao invés do meu desprezo, contento-me com o desabafo já que tudo o que resta é um vulto sobre o amor.